O ano de 2017 tem sido um dos melhores momentos para o setor de consórcio de imóveis. Isso porque, a cada mês, cresce o número de brasileiros que optam por essa modalidade para adquirir a casa própria ou mesmo investir. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC), entre janeiro e julho deste ano, mais de 140 mil cotas de consórcio imobiliário foram comercializadas, 10,5% de aumento em relação ao mesmo período de 2016. O volume de créditos também cresceu, alcançando R$ 18,95 bilhões.

Os números animadores foram alavancados principalmente pelo formato do consórcio, no qual não há cobrança de juros. Enquanto no financiamento o custo total do bem pode dobrar e até mesmo triplicar ao final do pagamento das parcelas, no consórcio de imóveis o montante pago dificilmente ultrapassa o preço de mercado do imóvel, corrigido pela inflação.

A diferença é que o consumidor precisa ser contemplado, por sorteio ou lance, para receber o crédito e adquirir o imóvel. “Ao entrar em um grupo de consórcio, o cliente está investindo no futuro de maneira inteligente. A economia em relação a outras formas de compras parceladas pode chegar a 50%, pois não há juros na modalidade”, explica a diretora-superintendente da Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário, Tatiana Schuchovsky Reichmann.

Fonte: JTV Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here