Após ser salva por uma petição, a ponte Gamla Lidingöbron localizada em Estocolmo, ganhou um novo projeto de reutilização realizado pelo estúdio sueco Urban Nouveau, que traz como objetivo tornar a ponte um objeto de integração social, moradia e referência em infraestrutura urbana para o futuro.

Funcionando como uma conexão entre Estocolmo e a ilha Lidingö, o novo projeto tem por objetivo transformar o convés existente em um parque de pedestres e criar 50 apartamentos premium do lado oeste e dentro da ponte. Com ambientes em dupla fachada envidraçadas os apartamentos têm por objetivo, financiar a restauração da ponte que além de possuir cunho com a sociedade local e com questões ecológicas, ajudaria também a resolver suporte aos bondes e ciclovias da região.

O estúdio Urban Nouveau comenta quais foram os motivos que levaram a tentar salvar a ponte: “Quando viemos para Estocolmo, nossa rota para trabalhar e estudar acabou por nos levar passar a todo dia pela ponte. Sendo assim, passamos mais de 500 vezes por ano pela ponte e com isso acabamos nos apaixonando por seu impressionante arco de aço, sua tranquila localização a beira da água e a bela vista que ela nos proporciona. Nosso amor e compreensão pela arquitetura da ponte acabou nos inspirando a propor o projeto para salvar a ponte da demolição.”


A prefeitura tinha por intuito começar a construir uma nova ponte em 2019 e demolir a ponte Lidingö em 2022, com o auxílio da petição e ajuda da mídia ampliou a discussão a respeito da restauração da ponte, isso foi possível. Urban Nouveau acredita que a ponte merece ser restaurada pois é uma memória pública que não deve ser apagada, e através de seu projeto toda a estrutura original ainda existiria, a ponte apenas passaria a assumir uma nova vida e se tornaria possivelmente o novo símbolo de Estocolmo.

Fonte: ArchDaily.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here