HENRIQUE VIANNA (2)

Apolar Imóveis no programa Bom dia Paraná da RPC TV

Na manhã desta sexta-feira, 5 de fevereiro, o programa Bom Dia Paraná, da RPC TV, exibiu reportagem sobre a grande oferta de imóveis residenciais para locação em Curitiba. O diretor comercial da área de locação da Apolar, Henrique Vianna, foi um dos entrevistados.

Clique aqui e confira o vídeo

Continuar Lendo

 

Botânico-by-night_-600x450

Curitiba tem opção de city tour noturno

Com duração de cerca de 4h, a programação termina com jantar no Madalosso, em Santa Felicidade.

Principais pontos turísticos da cidade são visitados como o Jardim Botânico

O city tour Curitiba By Night oferecido pela Serra Verde Express proporciona conhecer a beleza dos principais atrativos turísticos de Curitiba à noite.  O passeio é realizado em vans e passa pelos principais cartões postais da cidade como Jardim Botânico, Ópera de Arame, Museu Oscar Niemeyer, Centro Histórico, entre outros. Com duração de cerca de 4h, a programação termina com jantar no Madalosso, em Santa Felicidade. (mais…)

Continuar Lendo

 

curitiba 1

Curta o inverno em família

Chegou inverno, começaram as férias escolares, e convém programar algumas atividades para tirar as crianças da frente da televisão ou do videogame. Selecionamos algumas atrações para reunir a família nesta época: (mais…)

Continuar Lendo

 

avenidasetedesetembro

Os cinco bairros com o metro quadrado mais caro de Curitiba

Localização, oferta e padrão dos imóveis elevam, e muito, o preço dos apartamentos novos na capital. O Batel lidera o ranking.

A localização do empreendimento é apontada pelos especialistas como um dos principais fatores que pesam sobre o valor de um imóvel. No caso dos apartamentos novos, itens como o padrão do projeto e a oferta de unidades também ajudam a elevar o preço do metro quadrado em bairros como o Batel – mais caro de Curitiba – para índices bastante superiores à média praticada na capital.

Em março de 2015, o valor do metro quadrado novo privativo neste que é um dos bairros mais cobiçados da capital custava R$ 9,6 mil, 54,8% a mais do que o preço médio de R$ 6,2 mil para a cidade. Os dados são da pesquisa mensal realizada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR).

Para Felipe Sebben, gerente regional da PDG em Curitiba, a relação oferta x procura é uma das justificativas para o preço mais alto. “É muito difícil de se encontrar no Batel terrenos com valores que viabilizem o empreendimento. Os produtos ofertados ali vendem bem e rápido para um público de nicho”, explica.

Com metro quadrado privativo comercializado a R$ 8,6 mil no mesmo mês, o Campina do Siqueiraestava na segunda posição entre os endereços mais caros da capital, à frente, inclusive, do vizinho Ecoville. O bairro também foi o único que conseguiu manter a valorização do preço, de 4,6%, acima da inflação de 3,83% acumulada no primeiro trimestre deste ano, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Segundo Fábio Tadeu Araújo, diretor de pesquisa de mercado da Ademi-PR, o lançamento do empreendimento de luxo Mai Home no ano passado foi um dos responsáveis por puxar para cima a média de preço na região.

Veja quais são os outros endereços que compõem o ranking dos cinco bairros com metro quadrado privativo novo mais caro da capital:

15124921

O Batel é o líder entre os bairros mais caros de Curitiba com metro quadrado novo comercializado a R$9,6 mil em março.

13616778

Na segunda posição, o Campina do Siqueira tem metro quadrado privativo por R$8,6 mil.

13913867

O Ecoville (Mossunguê) é o terceiro bairro mais caro de Curitiba. Nele, o metro quadrado novo privativo custava R$7,7 mil em março.

15083709

Também conhecido por Champagnat, o Bigorrilho é o quarto bairro da lista com metro quadrado a R$7,6 mil.

RUAS DE LAZER-AM (4)

No coração do Centro Histórico, o São Francisco fecha o ranking dos bairros mais caros de Curitiba com preço do metro quadrado privativo a R$7 mil em março.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/imoveis/os-cinco-bairros-com-o-metro-quadrado-mais-caro-de-curitiba-2ffneto1kukra1mciosed6q9i

Continuar Lendo

 

curitiba 00

O QUE FAZER NUM FINAL DE SEMANA EM CURITIBA?

Em Curitiba há tantos pontos turísticos bacanas para se visitar que se programar é preciso, ainda mais se você tem apenas um final de semana pra passear por aqui. Portanto, o Guia da Semana vai te dar algumas dicas de o que fazer na capital paranaense no sábado e no domingo. Seja você turista ou morador da cidade há anos, que tal seguir essas dicas? 

SÁBADO

Você pode começar seu dia fazendo um passeio pela Rua XV, o famoso calçadão. Ele vai de uma praça a outra (começa nas mediações da Boca Maldita/Praça Osório e vai praticamente até a Santos Andrade). Se precisar comprar alguma coisa de última hora, não se preocupe, você estará no coração da cidade: lojas, livrarias, bancas de revista, bares, engraxates e lanchonetes. Ah, a foto no Bondinho é tradicional, não se esqueça! curitiba 01

Depois do passeio, a fome vai apertar. E sábado é o “Dia Oficial da Feijoada”, ou seja, “borá” comer o prato mais brasileiro de todos. A dica é o Bife Sujo, fundado em 1982 e que fica aberto para almoço das 11h às 16h! O restaurante fica na Saldanha Marinho, perto da Ermelino Leão.

Carlos Renato Fernandes

Passado o bom almoço, tome seu rumo! Destino: Museu Oscar Niemeyer, obra do mestre Oscar Niemeyer. O famoso “Museu do Olho” foi eleito em 2012 um dos 20 museus mais bonitos do mundo pelo guia norte-amerciano Flavorwire.

E à noite, o que fazer? Duas dicas: se seu estilo for sentar numa cadeira e tomar sua cervejinha tranquilamente, vá para o Largo da Ordem. Vários bares colocam suas mesas nas ruas de paralelepípedo e aí, é só juntar a turma e aproveitar! Se preferir algo mais requintado, com opções de gastronomias internacionais, seu destino pode ser a Avenida Batel: bares ecléticos, gastronomia variada – mexicana, russa, irlandesa…, e muita gente querendo aproveitar a balada do sábado! 

DOMINGO

Se seu sábado foi agitado, a programação do domingo tem que ser mais tranquila. Levante cedo e faça um passeio pelo Parque Barigui: se quiser evitar o movimento e se seu objetivo for caminhar ou correr, é bom chegar o mais cedo possível. Depois das 10h30, mais ou menos, o parque começa a “lotar”! 

curitiba 03

Acha que nos esquecemos da Feirinha do Largo da Ordem? Jamais! Ela é ponto obrigatório e tradicional para turistas e curitibanos. Artesanato e peças de decoração brotarão das barraquinhas! Ela começa por volta das 9h, e vai até umas 14h… Dá tempo! 

curitiba 04

Para o almoço de domingo, vale a pena encarar o movimentado bairro de Santa Felicidade, o mais italiano de todos, e escolher um restaurante para almoçar. A dica é o Restaurante Madalosso, que desde a década de 60 não perde seu posto de referência em “Santa”: a polentinha, o frango frito e o risoto são a pedida!

curitiba 05

Depois que voltar de Santa Felicidade, aproveite e suba na Torre Panorâmica. De lá, a vista de 360º de Curitiba é fantástica! (visitação: terça a domingo, das 10h às 19h. Ingresso: R$ 3,50; até 5 anos não paga; acima de 60 e entre 5 e 9 anos, o valor é de R$ 1,75).

curitiba 06

Pra fechar o passeio, finalize o dia com uma visitinha ao Bar do Alemão, que desde 1978 recebe curitibanos e turistas com a mesma alegria! Experimente a carne de onça e peça um chope combinado com Steinhäger, o famosos submarino, servido em canecos de 500ml! 

curitiba 07

Esse foi o nosso roteiro, e você, o que indica? Quais as atrações que você recomenda em Curitiba?

 

Fonte: http://www.guiadasemana.com.br/turismo/noticia/o-que-fazer-num-final-de-semana-em-curitiba

Continuar Lendo