Quanto custa fazer uma mudança de casa?

Depois de constatar os “Prazeres de Morar Sozinho” e se decidir por esse passo rumo à liberdade e independência, é hora de pensar no planejamento, afinal uma mudança nem sempre é fácil.

Morar sozinho requer muita organização. Aluguel e condomínio são gastos fixos, que podem ser planejados com antecedência. Contudo, existe uma série de outros gastos ao longo do mês, além, é claro, do investimento com a própria mudança. Quer ter uma ideia deste valor?

Para descobrir essa resposta é preciso entender algumas variáveis, por isso vamos te dar dicas valiosas que podem reduzir os custos da mudança.

Transporte

O primeiro custo que você precisa considerar é o transporte dos móveis de uma casa para outra, e a dica aqui é: faça orçamentos. O custo de uma transportadora para outra pode variar mais de 70%. Por isso pesquise bastante antes de fechar com a empresa que fará o transporte dos seus móveis.

Número elevado de móveis a serem transportados

A quantidade de móveis que você irá transportar contará e muito no preço da sua mudança. Há casos em que são necessárias mais de um deslocamento. Nessa situação, o valor pode aumentar consideravelmente. Por isso, analise o que precisa ser de fato transportado pela empresa e o que pode ser levado de carro por você mesmo. Coloque em uma lista e negocie.

Desapegue-se!

Como dissemos no item anterior, a quantidade de móveis pode fazer com que sua mudança encareça. Em função disso, avalie se é necessário levar para a nova casa todos os eletrodomésticos ou objetos que você possui atualmente. Se já tiver o desejo de redecorar sua nova casa, doe ou venda objetos que não são mais de seu interesse antes de contabilizá-los na lista de mudança. Você poupa espaço no caminhão e reduz gastos.

Lavou, tá novo!

Mas se você não tem tantos móveis assim, talvez seja melhor deixar a mudança de decoração para depois e poupar de gastos. Opte por gastar dinheiro com o que for prioridade, e, aos poucos, vá trocando os móveis e deixando tudo com a sua cara.

Faça você mesmo!

Muitas transportadoras reduzem o preço do orçamento quando o próprio cliente se responsabiliza pela embalagem, e isso pode ser uma boa economia. Porém, antes de decidir se você vai se encarregar do empacotamento, saiba que as empresas se isentam da culpa de danos causados devido a empacotamento incorreto.

Precisa de ajustes?

Você precisa de ajustes elétrico e/ou de segurança? Esse é um ponto muito importante, ninguém merece mudar e passar perrengue. Se é o seu caso, faça orçamentos com empresas de confiança para o serviço.

Coisas que preciso comprar

Comece a pensar em itens que você nunca precisou se preocupar, mas que agora serão essenciais para sua sobrevivência: pratos, garfos, copos, panelas, produtos de limpeza… Uma boa opção é fazer um chá de casa nova para os amigos, assim você reúne o pessoal e ainda ganha essas coisinhas para sua casa. Se você prefere escolher os utensílios, nossa dica é fazer uma lista com coisas básicas, e pesquisar em lojas de departamento ou mesmo na internet.

Por último e não menos importante

Antes mesmo de entrar no novo apê, é preciso conferir os gastos que terá ao sair dele. Muitos proprietários exigem em contratos que vários itens sejam reparados quando você entregar o apartamento. É normal entregar o apartamento pintado, por exemplo, mas desde que você tenha entrado nele na mesma condição. Conhecer seus direitos e o que te trará gastos futuros é fundamental. Por isso, lembre-se desse conselho: Leia o contrato!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here