210114-simplifica-casaA palavra é estranha, mas o significado, nem tanto. Sem um termo preciso para tradução, declutter pode significar “destralhar” a casa

Livrar-se de tudo aquilo que não gosta mais ou está sem uso. Menos correria e complicação no dia-a-dia e mais tempo para gastar no que realmente importa. Desapegar está em alta – não é à toa que a guru japonesa Marie Kondo fez tanto sucesso com seu livro “A mágica da arrumação” em 2015. Vale a pena se questionar quantas compras impulsivas e desnecessárias são feitas ao longo do ano e quanto dinheiro é desperdiçado em coisas que se acumulam e atrapalham o fluxo da energia em casa. O declutter é necessário para manter a organização e o minimalismo, em prol de uma vida mais simples. Esqueça a falta de tempo ou vontade, com 15 ou 20 minutos por dia, é possível eliminar o acúmulo da casa. Se o que impede é a ideia de jogar dinheiro no lixo, saiba que os itens podem ser vendidos, trocados, doados ou reciclados.

Para ajudar, selecionamos oito perguntas fundamentais para fazer a si mesmo na hora de se livrar do acúmulo. Dê respostas sinceras e comece a praticar o desapego!

1. Eu usei isso no último ano?

Se a resposta for não, é hora de desapegar.

2. Se eu fosse fazer compras agora, iria comprar isso?

Se você não compraria, não guarde.

3. Não jogo isso fora porque não quero desperdiçar dinheiro?

Pense nisso: você desperdiçou dinheiro ao comprar algo que não usa.

4. Estou guardando isso por valor sentimental?

Seja rigoroso e tenha uma caixa de recordações pequena para guardar alguns itens. Se preferir, tire uma foto das coisas que for jogar fora, assim que você pode guardar para sempre.

5. Eu tenho outro item com a mesma finalidade?

Se sim, então se livre de um deles.

6. Eu tenho um plano realista para usar isso?

Tenha um plano concreto e com prazo para usar o item. Se não usar dentro desse prazo definido, jogue fora.

7. Isso me serve? Combina com a minha casa?

Pense bem sobre o que manter – o seu espaço é sagrado. Você pode amar as peças, mas se a roupa não serve mais ou o item só ocupa espaço, desapegue.

8. Se eu consertar esse item quebrado, vou usar?

Conserte agora. Ou se não consertar nas próximas duas semanas, jogue fora. Durante o processo, pode aparecer um bloqueio sobre o desapego, e isso é normal. Mantenha o foco e aproveite esse novo hábito que, com a prática, fica cada vez mais fácil de executar.

 

Fonte: http://casa.abril.com.br/materia/mundo-do-enxoval-a-pratica-do-desapego

CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Share on Google+0